terça-feira, 16 de dezembro de 2008

GRAMÁTICA DA VIDA


Se alguém erra, abre em um outro peito um buraco,
E o fluxo de amor entre ambos voa em estol
Pela savana do céu. Sem sequer um mol
Da estima anterior, surge um respeito alaraco.

É guardado cada astro e cometa em um saco,
E as rosas na gaveta. A frieza entra no rol
De atitudes que a mágoa abraça – tudo em prol
Da resguarda de alguém que, atingido, está fraco.

Finge o coração, mas ama e almeja que o escopro
Do tempo esculpa a ocasião de vir o sopro
Que varra a culpa alheia, mal que lhe encarcera.

Sorri, ao passo que um demônio rói-lhe o zerbo;
Mas preenchera se quisera essa cratera
Conjugando o perdão que trouxe o Eterno Verbo.

2 comentários:

Clacir Junior (clacirjunior@gmail.com) disse...

Olá!

Meu nome é Clacir Junior. Sou teologando no Iaene, mas sou de São Miguel do Oeste - SC. Minha esposa me apresentou seu blog, o qual ela acessa com frequência (espero que a Reforma Ortográfica esteja certa...hehehe). Gostei muito do texto, não só desse, mas de outros que li. Gostaria de saber, se possível, de onde você consegue as figuras bíblicas que você utiliza no blog. Grato desde já.

douglas reis disse...

Clacir,

agradeço-o pelos elogios. Espero que o blog seja útil a todos aqueles que buscam a Verdade.

Quanto às imagens, a grande maioria (excetuando-se as capas de revistas, muitas das quais foram escaneadas)eu tiro do Google mesmo.

Nem sempre é fácil encontrar o que quero - às vezes digito a palavra em outra língua, para termais opções. Como você, não é nenhum segredo o que faço para ter imagens...

Um abraço e feliz 2009!