terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O AMOR QUE REDUZ


As catástrofes em nível mundial junto com guerras e confitos armados podem ser entendidos como sinais da volta de Jesus? Para o papa Bento XVI, não! O site Zenit trouxe a afirmação do pontífice, feita no último domingo (14 de Dezembro), de que devemos nos alegrar no Senhor, uma vez que Ele "está próximo [...] Esta é a razão da nossa alegria [...] ‘o Senhor está próximo’? Em que sentido devemos entender esta ‘proximidade’ de Deus [...] a Igreja, iluminada pelo Espírito Santo, compreendia cada vez melhor que a ‘proximidade’ de Deus não é uma questão de espaço e tempo, mas uma questão de amor: o amor aproxima!"

Em nome de um amor subjetivo, Bento XVI lança por terra toda a preocupação de nosso Salvador em apresentar os sinais de Sua vinda (Mt. 24), pelos quais nos é possível vigiar a respeito da proximidade da Segunda vinda. A volta de Cristo não é apenas a união mística do crente com Deus, expressa pela comunhão diária; o evento será visível mesmo aos que não têm fé na Pessoa de Jesus (Ap. 1:7). Jesus virá em glória nas nuvens do céu (Mt. 24:30) e Seus anjos recolherão os escolhidos (Mt. 24:31). As mudanças climáticas, geológicas e físicas transtornarão a ordem natural que conhecemos (2 Pe. 3:10). Os próprios injustos sofrerão da penalidade que consiste em estar diante de um Juiz Santo (Ap. 6:15-17).

Em suma, o "dia do Senhor" é muito real, não uma metáfora espiritual! Pensar o contrário é não "amar a Sua vinda" (2 Tm. 4:8). Pena que o papa reduza a responsabilidade pessoal de se preparar diante da iminência da volta de Jesus por causa de um suposto amor, tão vago e despreocupado com "espaço e tempo".

2 comentários:

Anônimo disse...

O papa que se diz ser o intercessor
ainda assim dar mal exemplos aos fieis, além de falar bobagens como esta que aí está. Eles sabem muito bem o que diz a Biblia, mais, levam
e conduzem os seus fieis para o caminho errado.
Até exemplo como o acei
tar levar o cajado com uma cruz que
diz (para os iniciados) cristianism
vencido, ele leva em publico, o que
voces querem mais?! se preparem por
que depois dele vem a.... ta na palavra. Sai dela meu povo.Oremos por eles para que o Senhor tire a venda dos olhos do espirito deles e tenha misericordia.

Sirleide da Rocha disse...

Oi! Que a bondade e longanimidade do nosso Deus, o Pai do Senhor Jesus, ainda se manifeste complacente para conosco, os que professamos crer unicamente em Sua santa Palavra, mas, que temos insistido e persistido em nos curvarmos ante as exigências dogmáticas do papado, e de Roma, prestando assim um culto de obediência antes a homens do que a Deus, ante as criaturas do que ao Criador.

DIVINA COMPLACÊNCIA

Na bendita complacência,
De Deus, o Criador,
Espera ó alma ferida,
Posto que Nele está a guarida,
Que nos advém do Seu amor.

O qual se deleita na obediência,
E que aguarda com todo fervor,
O ocaso do sol desta lida,
Dando à grei combalida,
Um findar do labor.

Ainda, a benevolência,
Alcança a ti, ó pecador
De desejo arde fremida,
Preparando a glória querida,
Teu destino, ó lutador.

Na Sua advertência,
Um escape deste torpor,
O qual embriaga esta oprimida,
Para a qual, a única saída,
Está na ordem do Salvador:

Dela sai ó povo meu,
Não sendo cúmplice do pecado seu,
Nem do castigo que a frente está,
Eis que é da Prostituta má,
E das filhas tão petulantes;
Mas a ti tão vacilante,
Meu poder...
Para vencer.
SIRLEIDE DA ROCHA, Marialva, 21/12/2008, 17:17 Hs.

Perdoe, tenho o hábito de fazer poesias quando sinto algo muito intensamente. De qualquer forma, este é o meu comentário.Carinhosamente, Sirleide da Rocha.